Deuteronômio 25

Deuteronômio 25

— Quando dois israelitas tiverem uma questão, levem o caso para ser julgado pelos juízes. Um dos dois será julgado culpado, e o outro, inocente.

Se o culpado for condenado a receber chicotadas, o juiz o fará deitar-se no chão, e na sua presença o homem será chicoteado, recebendo o número de chicotadas que ele merece, de acordo com o crime que cometeu.

O máximo que alguém pode receber são quarenta chicotadas; mais do que isso seria humilhar um israelita em público.

— Não amarre a boca do boi quando ele estiver pisando o trigo.

Moisés disse ao povo: — Se dois irmãos morarem juntos, e um deles morrer e deixar a esposa sem filhos, a viúva só deverá casar de novo com alguém que seja da família do morto. O irmão do falecido deve casar com a viúva, cumprindo assim o dever de cunhado.

O primeiro filho que ela lhe der será considerado filho do falecido, para que o seu nome não desapareça de Israel.

Mas, se o cunhado não quiser casar com a viúva, ela irá ao lugar de julgamento para falar com os líderes da cidade. Ela dirá: “Meu cunhado não quer cumprir o seu dever, casando comigo; ele não quer que o nome do seu irmão fique vivo em Israel.”

Aí os líderes devem chamar o homem e procurar fazê-lo mudar de idéia. Mas, se ele insistir, dizendo que não quer casar com a cunhada,

ela chegará perto dele e ali na presença dos líderes tirará uma das sandálias dele, cuspirá no seu rosto e dirá: “É assim que se faz com o homem que não dá ao seu irmão descendentes em Israel.”

E dali em diante a família dele será chamada de “família do homem que foi descalçado.”

— Quando dois homens estiverem lutando, a esposa de um deles não deve chegar e agarrar o membro do outro, a fim de ajudar o marido.

Não tenham dó nem piedade; cortem a mão da mulher que fizer isso.

— Não levem na bolsa dois pesos diferentes, um maior do que o outro,

nem tenham em casa duas medidas diferentes, uma maior do que a outra.

Usem pesos e medidas certos, para que vocês vivam muito tempo na terra que o SENHOR, nosso Deus, lhes está dando.

Ele detesta todos aqueles que fazem essas coisas desonestas.

— Lembrem daquilo que os amalequitas fizeram quando vocês estavam saindo do Egito.

Eles não temeram a Deus e, quando vocês estavam cansados e desanimados, eles os atacaram de surpresa e mataram os mais fracos, que estavam vindo atrás dos outros.

Portanto, quando o SENHOR, nosso Deus, lhes tiver dado a terra que vai ser de vocês e tiver feito com que derrotem todos os inimigos ao seu redor, acabem com os amalequitas. Matem todos, para que ninguém lembre mais deles. Não esqueçam essa ordem!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *