Formação de cristais (areias ou
pedras) nas cavidades do corpo que
atuam como reservatório de líquidos. Geralmente o cristal surge a
partir de um pequeno coágulo, alguma pedaço de muco ou até mesmo algum corpo estranho que consegue penetrar no reservatório. Esse
núcleo sólido é então envolvido
pelos minerais presentes nos líquidos orgânicos, formando os
cálculos.
Existem dois tipos: CÁLCULOS RENAIS (cálculos urinários, cálculos
nefríticos e nefrolitíase) e os CÁLCULOS BILIARES (cálculos hepáticos, cálculos da vesícula, cálculos da bexiga e colelitíase).
Cálculos renais: Causados principalmente pelo excesso de ácido
úrico no organismo, mas também
podem ter como causa alguns distúrbios renais.
O paciente sente fortes cólicas
renais, principalmente enquanto os
cálculos percorrem os canais
uréteres.
Evite os seguintes alimentos, por
serem produtores de ácido úrico:
carnes, pescados, miúdos, fígado,
rins, vísceras, ovos e legumes secos. Reduza substancialmente o
consumo de sal de cozinha.
PARA EXTIRPAR CÁLCULOS RENAIS: Tomar 250 ml de água-de-coco ou
suco de melancia a cada 3 horas
durante 1 dia. No dia seguinte, ingerir uma colher das de sopa de
azeite de oliva puro a cada 15 minutos durante todo o dia (12 horas). Ao final do dia, tomar 150 ml
de chá digestivo combinado –
boldo, camomila e alecrim. Os cálculos serão eliminados juntamente
com a urina produzida durante o
tratamento.
Cálculos Biliares: Causados por
distúrbios no sistema digestivo, no
fígado, por alterações nervosas e
também por alimentação inadequada. O paciente sente fortes dores
quando as pedras passam pelos
canais biliares rumo ao duodeno.
Podem provocar infecção do fígado e icterícia. Evite alimentos ricos
em cálcio, gordurosos (frituras, laticínios, margarina e ovos) e os produtores de ácido úrico (carnes, pescados, miúdos, fígado, rins,
vísceras, ovos e legumes secos).
PARA EXTIRPAR CÁLCULOS BILIARES:
Durante 1 dia inteiro ingerir apenas água mineral sem gás, a cada
1 ou 2 horas. A noite, tomar de 20
ml a 30 ml de óleo de rícino. Não
comer mais nada. Antes de deitarse, tomar 1 xícara de chá de folhas
de alface. No dia seguinte aguardar em repouso as reações do organismo.
Em ambos os casos, adote alimentação natural, composta de saladas cruas e frutas frescas da
época.

TRATAMENTOS
Hortaliças
Agrião • Suco diluído em água. Tomar 150 ml de manhã, em jejum.
Alface • Chá das folhas e talos (150 g para 1 litro de água). Tomar
4 xícaras ao dia.
Couve • Suco diluído em água. Tomar 250 ml, 30 minutos antes do
almoço.

Frutas
Abacate • Chá de folhas de abacateiro (30 g para 1 litro de água).
Tomar 4 xícaras ao dia.
Abacaxi • Refeições exclusivas 3 vezes por semana.*
Figo • Refeições exclusivas 3 vezes por semana.*
Limão • Cura de limão. Siga as orientações da página 50.

Plantas
Carqueja • Chá das folhas (20 g para 1 litro de água). Tomar 4 xícaras
ao dia.
Cavalinho • Chá das folhas (20 g para 1 litro de água). Tomar 4 xícaras
ao dia.
Chapéu-de-couro • Chá das folhas (20 g para 1 litro de água). Tomar
4 xícaras ao dia.
Quebra-pedra • Chá das folhas e raízes (20 g para 1 litro de água).
Tomar 3 xícaras ao dia.

FONTE: Medicina Alternativa De A a Z

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *