Doença do sistema respiratóric
caracterizada por intensas crises de falta de ar, acessos de tosse e formação de secreções mucosas (catarro). As principais causas são o frio, os ambientes úmidos, a poeira e o mofo.
O paciente deve evitar alimentos derivados de cacau (chocolate),
laticínios em geral, alimentos e líquidos muito gelados e os gordurosos (frituras, laticínios, margarinas
e ovos). Aos pacientes que sofrem de asma crônica, recomenda-se a prática de exercícios aquáticos moderados, por fortalecerem o sistema respiratório – mas é importante
que haja método e regularidade na prática de qualquer exercício físico.
Outra prática muito recomendável aos asmáticos são os banhos de
sauna a vapor. A alimentação do
paciente deve conter alimentos ricos em FIBRAS

TRATAMENTOS
Hortaliças
Abóbora Xarope de sementes descascadas (60 g de sementes, 40 g de mel e 1 xícara de água). Processar tudo no liquidificador e adicionar 25 gotas de própolis. Tomar 1 colher (chá) 5 vezes ao dia.
Alho Amassar 4 dentes de alho, adicionar o suco de 2 limões e 15 gotas de própolis. Tomar 3 colheres (chá) 4 vezes ao dia.
Couve Chá das folhas (30 g para 1 litro de água). Adoçar com mel de abelhas e tomar 4 xícaras ao dia.

Frutas
Banana-maçã • Nódoa da bananeira. Cortar a bananeira e aparar com um copo a nódoa que escorre. Ferver e adoçar com mel de abelhas. Frio, tomar 3 colheres (sopa) 4 vezes ao dia.
Jaca • Chá da raiz da jaqueira (10 g de raiz para 500 ml de água). Tomar 3 xícaras ao dia (para cada xícara, adicionar 10 gotas de própolis).
Maçã • Cortar 4 maçãs em fatias, arrumar numa forma e cobrir com mel de abelhas. Assar em forno brando até formar uma calda espessa. Comer ainda morno.

Plantas
Alfazema • Chá das folhas (15 g para 1 litro de água). Tomar 3 xícaras ao dia.
Cardo-santo • Chá das folhas (30 g para 1 litro de água). Tomar 4 xícaras ao dia.
Eucalipto • Inalação com chá das folhas (40 g para 1 litro de água). Siga as orientações da página 36.
Gengibre • Chá da raiz (20 g para 1 litro de água). Tomar 4 xícaras ao dia.

FONTE: Medicina Alternativa De A a Z

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *